sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Fosse o Dandy americano...



Fosse o Dandy americano, a mais de ano e meio das eleições presidenciais, já havia seleccionado o seu candidato. O sentido de voto iria para este senhor aqui por cima, Rudolph Giuliani.
Rudy Giuliani é indubitavelmente o melhor candidato, pois para além de conseguir ser tão bom como quaisquer eventuais adversários nos seus "territórios", ainda consegue ter vantagens em domínios que são só seus.

Começando com os Republicanos (dos quais Giuliani faz parte) temos John McCain e Condoleezza Rice, sendo que apesar de esta última ter afirmado que não estaria interessada em concorrer, é ainda assim das 3 melhores hipóteses que os republicanos têm de ganhar.

John McCain
obteve o seu salto para a ribalta por ter sido prisioneiro de guerra entre 1967 e 1973. Obteve extensa formação militar e o seu grande trunfo, para além de uma já extensa carreira política, é a sua folha de serviço militar.

Condoleezza Rice
é a actual Secretária de Estado. É notório o facto de ser a primeira mulher negra a desempenhar o cargo em que está investida. A Ciência Política foi o cerne da sua formação académica. Tem por principais vantagem a visibilidade mediática do cargo que ocupa e a sobriedade.

Passando para os Democratas, os candidatos mais fortes são Hillary Clinton e John Edwards (não me digam que um tipo chamado Barack Hussein Obama ganha o que quer que seja em solo americano).

Hillary Clinton
já foi um pouco de tudo. Desde primeira-dama, a primeira-dama traída pelo seu marido/presidente (riscar o que não interessa), a senadora, etc... Falta-lhe ser presidente. A formação desta senhora passou pela Ciência Política e pelo Direito. O seu grande trunfo? É a candidata democrata.

John Edwards
quer baralhar as contas. Tal como Hillary, é um candidato assumido, embora a senhora esteja numa posição muito mais vatajosa. Edwards é senador e foi candidato a vice-presidente nas últimas eleições. A formação académica deste senhor é essencialmente jurídica e o seu trunfo passa pela sua imagem limpinha perante a sociedade norte-americana e por ter uma campanha tão funcional como um relógio suíço.

Rudolph Giuliani
ganha por Knock Out! Este senhor foi o responsável pela redução, até niveis mínimos, da criminalidade numa cidade à altura corrompida pelo crime... Nova Iorque. Fê-lo na barra dos tribunais enquanto United States Attorney e também quando desempenhou dois mandatos como Mayor da cidade. Este senhor, para além de possuir uma formação jurídica essencial a qualquer cargo político de topo, possui ainda a distinção não oficial de Mayor da America. Venceu o câncro e conduziu Nova Iorque no seu período mais conturbado, o pós-11 de Setembro. De referir que é o único dos nomes aqui apresentados que é católico. Republicano e católico... É preciso pedir mais?

2 comentários:

José Pedro Salgado disse...

Giuliani tem um trunfo que, se por um lado lhe poderá custar a nomeação do seu próprio partido, pelo outro lhe poderá garantir votos por parte dos Democratas: é a favor do aborto, a favor de maiores direitos para homossexuais, a favor de um maior controlo de armas e foi divorciado duas vezes.

É um típico republicano do norte. Mais liberal do que um democrata do sul.

Luís Pereira disse...

Muito respeito para Giuliani.O homem fez um trabalho muito respeitável em Nova Iorque.